Go to Top

Pais e professores: o contributo para o bem estar das crianças e jovens

Os pais e os professores têm preocupações comuns – o sucesso das crianças e jovens. Arriscaríamos que ambos (cada um à sua maneira!)  desejam que os filhos/alunos sejam felizes. Estes agentes educativos movimentam-se em contextos diferentes mas complementares. Nem sempre a comunicação entre eles é fácil. Ouvimos dos pais coisas diversas: “gostava de ser capaz de apoiar mais o meu filho” / “queria ter mais tempo para estare  estudar com ele” / “hoje as matérias são diferentes das do meu tempo (se os professores me ensinassem para eu as explicar…)” / “gostava que o meu filho se sentisse bem e fosse feliz” / “quem dera que ele fosse alguém na vida”. Dos professores a formulação é outra: “gostava que tivessem melhores resultados” / “quem dera que se comportassem melhor” / “queria tanto que os pais viessem à escola”.

Às vezes sentimo-los confusos, perdidos, sem saberem muito bem qual o papel de cada um. Ainda que desejem muito pôr-se em sintonia, articularem o que fazem. Temos sido convidadas a mediar esta relação Escola – Familia. Ajudamos, uns e outros, a pararem, a pensarem no seu papel, no querem (e podem!) fazer para “fazer a diferença” na relação e, em última análise na felicidade dos miudos. No próximo sábado, dia 8 de Maio, a convite do Agrupamento de Escolas de Silves, lá estaremos nós, trabalhando com pais e professores porque acreditamos que deste modo todos beneficiarão: a Família, a Escola e, em última instância,  os Alunos (defendemos que deste modo será possível aumentar o seu bem-estar e a sua felicidade, dentro e fora da escola).

Venha estar connosco no dia 9 de Maio, em Silves, onde falaremos sobre a comunicação escola-família.