Go to Top

Adolescência, Verão, autonomia e amigos

Quem tem filhos adolescentes saberá que nesta estação do ano, os programas com amigos surgem com grande destaque nas agendas. Praia, cinema, passear, comer qualquer coisa ou simplesmente estar com os amigos. Os filhos estão de férias com todo o tempo do mundo para fazerem o que querem. Os pais continuam a trabalhar, sem tempo para estar sempre em cima.

Muitos sentem o dilema entre dar autonomia mas ao mesmo tempo supervisionar. E essa ambivalência de sentimentos é boa. Pode ser lida como um sinal de que sabemos que os nossos filhos estão crescidos, que estão a viver uma etapa da vida em que se vão separadando de nós, em que vão descobrindo quem são e do que gostam…

Por outro lado, o desejo de os supervisionar revela a preocupação, o cuidado que temos com eles, o desejo que tudo corra bem e isso é porque os amamos. E é bom! Talvez lá fundo venha um sentimento escondido de perda. A nossa criança, está a ganhar vida própria de uma forma mais intensa e declarada. Se assim for não há mal nenhum – há que reconhecer e aceitar que nos sentimos assim.

O verão poderá ser um momento por excelência para mostrar aos nossos filhos que os amamos, que confiamos neles, que os deixamos livres para trilharem o seu caminho. Como quer fazer isso? Como lhe quer transmitir isso? Algumas ideias…

  • Os finais de dia, quentes e descontraídos do verão, sem stress escolar, são bons para partilhar um gelado ou uma bebida fresca e falarmos sobre o que cada um fez durante o dia e que planos tem para o dia que se segue.
  • Esta pode ser uma excelente altura para partilhar com eles como vivíamos o nosso verão quando tínhamos a sua idade.

Do diálogo, da partilha pode surgir a conexão e a cumplicidade entre pais e filhos. Pense como pode criar esses momentos na sua vida e depois é só saboreá-los.